Rede de Sementes do Portal da Amazônia


Conheça a os critérios para fazer parte da Rede de Sementes do Portal da Amazônia

  1. O(a) coletor(a) é o(a) responsável pela qualidade das suas sementes, buscando conhecimento técnico sobre elas, seu beneficiamento e armazenamento, coletando do máximo de matrizes possíveis, diversificando a coleta, não danificando as árvores nem coletando todas as suas sementes (deixar de 05 a 10% no chão).
  2. O(a) coletor(a) é responsável por zelar pelo ambiente de coleta de sementes, atentando-se para não deixar qualquer tipo de lixo ou resíduos nas área bem como evitando o uso de esporas para a escalada em árvores (não utilizar este equipamento em árvores com casca fina, sob o risco de danificar a matriz).
  3. É de responsabilidade dos(as) coletores(as) organizarem-se para administrar as Casas de Sementes, garantindo adequado registro das sementes coletadas, incluindo a data da coleta e a identificação das espécies bem como a manutenção e cuidados com todos os equipamentos existentes neste espaço.
  4. É de responsabilidade dos(as) coletores(as) a coleta, o beneficiamento das sementes e seu armazenamento nas casas de sementes. A rede de sementes funcionará por intermédio destas casas de sementes, que são os pontos de organização das sementes de cada grupo.
  5. É de responsabilidade do(a) coletor(a) o transporte da semente dos locais de coleta até a Casa de Sementes mais próxima.
  6. O(a) coletor(a) é responsável por quaisquer prejuízos que possam acontecer pela perda de alguma semente, incluindo todo o processo de armazenamento nas Casas de Sementes.
  7. 10% de toda a semente coletada e armazenada nas Casas de Sementes deverá ser reservada para troca, doação ou para o outra finalidade NÃO COMERCIAL definida pelo grupo de coordenação das Casas de Semente.
  8. Os(as) coletores(as) devem participar das reuniões e das atividades de formação organizadas pela Rede de Sementes em suas comunidades. A ausência nestas atividades sem justificativa aceita pela coordenação das Casas de Semente poderá acarretar na expulsão do(a) coletor(a) da Rede de Sementes.
  9. Os(as) coletores(as) deverão respeitar a tabela de preços construída na rede de Sementes do Portal da Amazônia. Além disso, deve-se priorizar a venda para a Rede de Sementes.
  10. Os(as) coletores(as) deverão comunicar à rede, por meio dos coordenadores das casas de sementes, qualquer alteração ou dificuldade em cumprir os compromissos que assumiu.
  11. Os(as) coletores(as) apenas devem coletar em propriedades particulares quando houver consentimento do proprietário por meio da assinatura do Termo de Aceite. Nestes casos, deverão ser redobrados os cuidados com a manutenção da limpeza e da ordem no local da coleta.
  12. Cada Casa de Sementes deve entregar lista prévia de sementes que poderão ser ofertadas até o final de fevereiro de cada ano, excetuando-se o ano de 2010. Esta lista servirá como cadastro dos coletores e será utilizada como base para o levantamento da demanda por sementes da Rede de Sementes do Portal da Amazônia.
  13. Somente haverá garantia de compra de sementes por parte do projeto Sementes do Portal das sementes DEMANDADAS FORMALMENTE (através de ofício encaminhado ao coordenador de cada Casa de Semente). Poderão ser coletadas outras sementes ou mesmo sementes em quantidades superiores as demandadas, porém a sua compra não será garantida pelo projeto Sementes do Portal nem pela Rede de Sementes do Portal da Amazônia.
  14. O pagamento das sementes será efetuado no momento de sua armazenagem na Casa de Sementes. Caso haja alteração na qualidade ou na quantidade de sementes deste momento até o momento de entrega da semente para a Rede, a Casa de Semente se responsabilizará por, no ano seguinte, entregar a diferença de sementes.
  15. Cabe a coordenação de cada Casa de Sementes a definição de inclusão/ exclusão de coletores(as) da rede, seguindo os critérios definidos neste regimento.